Loading...

quarta-feira, 16 de abril de 2014

SINDGUARDA CORUMBA: PRES. GM PAULO VICTOR, MOBILIZA CATEGORIA PARA LUTAR POR VALORIZAÇÃO



 Mobilização de Panfletagem com a Categoria.


Os Guardas Municipais de Corumba MS, organizados e empenhados uniram-se para lutar por melhores condições de trabalho e valorização da categoria.
Liderados pelo presidente do SINDGUARDA, GM Paulo Victor panfletaram no centro da cidade informando  o cidadão  dos acontecimentos e chamando a atenção do prefeito Paulo Duarte do PT, que   não da atenção ao servidor.
Os Servidores da GM votaram  em massa para sua eleição mas hoje negociam com um prefeito que de trabalhador só tem o nome do partido

Reunião do SINDGUARDA na praça central de Corumba.
o Presidente GM Paulo Victor orgaiza com os GMs a mobilização

Guardas municipais de Corumbá promoveram na manhã desta terça-feira, 15 de abril, uma panfletagem no cruzamento das ruas Frei Mariano e 13 de Junho, área central da cidade. A mobilização chamou atenção para a decisão de entrar em greve tomada pela categoria em assembleia realizada na tarde da segunda-feira, dia 14.

Pres. SINDGUARDA GM PAULO VICTOR informa ao jornalista da GLOBO  as razões da mobilização




Guardas municipais decidem por greve e fazem panfletagem


“Com essa panfletagem queremos mostrar que a paralisação é importante para a categoria. O incentivo, estruturação e melhoria salarial da Guarda Municipal resultam num serviço de qualidade para a população, queremos essa valorização para o guarda se sentir motivado”, disse ao Diário Corumbaense o presidente do Sindicato dos Guardas Municipais de Corumbá (Sindguard Corumbá/MS), Paulo Victor de Souza Soares Aculha.
GUARDAS MUNICIPAIS PANFLETAM NO CENTRO DE CORUMBA MS


De acordo com o dirigente, após a decisão pela greve – que foi aprovada por unanimidade na assembleia da classe – o Sindicato tem 72 horas para comunicar oficialmente a Administração Municipal sobre a paralisação da categoria, que ainda não tem data para começar. “Dentro desse prazo esperamos que a Administração nos chame para conversar e nos apresente respostas concretas”, disse o presidente do Sindiguard.





Nenhum comentário:

Postar um comentário