Loading...

quinta-feira, 5 de junho de 2014

SERA? QUALQUER SEMELHANÇA COM NOSSO ESTADO É POR ACASO.....

NEPOTISMO! AQUI?......

Prima de Eduardo Campos quer impedir nepotismo no PSB-PE

Vereadora divulgou texto no Facebook no qual insinua intervenção do ex-governador para pôr o filho na executiva regional do partido



A vereadora Marília Campos, prima do ex-governador, reclama de interferências nas eleições da JSB




A vereadora Marília Arraes (PSB-PE) divulgou, na segunda-feira (2), em seu perfil no Facebook, texto no qual insinua uma manobra do presidente nacional do partido e pré-candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, para influenciar no processo de escolha do novo presidente da Juventude Socialista Brasileira (JSB), no estado.

Até aí, tudo bem. Afinal, ele é dirigente nacional da legenda. O problema é que Marília é prima de Campos e quer, justamente, impedir que o comando da JSB vá parar nas mãos de João Campos, filho do ex-governador.
Na postagem, ela afirma que o processo de escolha do dirigente está sob o risco de comprometimento. “Existe uma articulação maior para que outro jovem, sem envolvimento na juventude partidária, assuma o posto de Secretário Estadual da JSB-PE, cargo principal, por meio do qual terá assento na Executiva Estadual do PSB”, disse.
Na rede social, Marília critica a movimentação feita “de cima pra baixo” e evoca a memória do avô de ambos, o socialista Miguel Arraes. Segundo ela, o processo de escolha deveria ocorrer por meio do voto, numa disputa entre líderes do interior do estado e da Região Metropolitana do Recife.
“Talvez por ter  intensa convivência com meu avô, Miguel Arraes, principalmente nos seus últimos anos de vida, tive a oportunidade de compartilhar com ele o ideal de um partido bem estruturado, que forme quadros preparados e politizados”, afirma.
A prima de Eduardo Campos não está só. Ela recebeu o apoio do secretário da JSB de Palmares (PE), Tiago Lima. “As juventudes socialistas do interior do estado se sentiram atingidas com esse processo, oposto ao da democracia, e deixam claro que os grupos têm vida orgânica e voz diante dessa situação”.
Já o vice-presidente da Juventude Socialista, Vitor Fialho, lamentou não poder “disputar no campo das ideias” o processo sucessório da JSB.
Nepotismo – Em Pernambuco, importantes esferas do poder estadual são ocupadas por parentes do ex-governador. No Tribunal de Contas do Estado (TCE), por exemplo, foram indicados Marcos Coelho Loreto e João Henrique Carneiro Campos. Eles são primos da ex-primeira-dama do estado, Renata Campos.
Outro primo do pré-candidato à Presidência, Thiago Alencar Norões, é procurador-geral do Estado (PGE).
Agora, Marília, que é pré-candidata a deputada federal, parece querer frear o avanço da família em cargos políticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário