Loading...

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

OS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO VÃO CONTINUAR EM GREVE, E MAIS:.......

Professores mantêm greve e mobilizam campanha para pagar multa de liminar



anunciaram uma 'vaquinha' para pagar multa diária 

de R$ 25 mil por descumprirem decisão da Justiça 

que mandou 80% da categoria voltar às salas de 

aula. A decisão foi tomada em assembleia na manhã 

desta sexta-feira (14).


Após anunciar o resultado da votação, o presidente 

da ACP (Associação Campo-Grandense dos 

Profissionais em Educação), Geraldo Gonçalves, 

disse 

que vai mobilizar uma campanha para pagar a multa 

de descumprimento da liminar.


Na quinta-feira (13), a decisão do TJ (Tribunal de 

Justiça) concedida pelo desembargador Romero 

Osme Dias Lopes determinou que 80% dos 

professores retornem ao trabalho.


Ao todo, 396 professores participaram da votação na 

assembleia desta sexta. O resultado foi apertado, 

212 optaram pela greve e 184 profissionais votaram 

contra a paralisação.

A categoria alega que a greve é legal e que a vai 

entrar com recurso para recorrer da decisão. Se for 
considerado que 20% dos 8.565 professores que a 

Reme diz ter apoiem o movimento, os professores 

terão de gastar em torno de R$ 15 por dia para 

bancar o 'custo judicial diário da greve'.


A professora Tania Ferraciole, ressaltou que a 

permanência da greve foi votada apenas entre os 

professores sindicalizados, o que significa que alguns 

educadores podem decidir por retornar ao trabalho. A 
última informação do sindicato apontava que a greve 

atingia 66% das quase 100 escolas da Reme.


Foi agendada nova assembleia para a próxima 


segunda-feira (17). Na terça-feira (18), 

representantes da categoria seguem para a Câmara 

Municipal de Campo Grande para falar com os 

parlamentares.




Nenhum comentário:

Postar um comentário